Fortificados / Sobremesa

Os vinhos fortificados surgiram no século 17 com a intenção de aumentar sua durabilidade durante longas viagens. Essas bebidas recebem uma dose extra de álcool, que mata as leveduras responsáveis por fermentar o vinho. Assim, as bebidas tornam-se mais alcoólicas, e podem ser envelhecidas por mais tempo, adquirindo características bastante únicas.

O fortificado mais conhecido do mundo é do Porto, advindos da região portuguesa do Douro. A fermentação é interrompida usando aguardente vínico, dois ou três dias após o início do processo. Uma diversidade de uvas são utilizadas, mas as mais comuns são: Touriga Franca, Tinta Roriz, Tinta Barroca, Touriga Nacional e Tinto Cão. Os estilos variam dos mais jovens (como os da categoria Ruby) aos mais envelhecidos (Tawny), existem ainda os brancos e rosés, muito consumidos também em drinks.

Exibindo todos 5 resultados