Chardonnay

Elas têm origem na França, sendo também cultivadas nos Estados Unidos, na Austrália, na Nova Zelândia, no Chile, na África do Sul, na Argentina e, claro, no Brasil. No geral, quando cultivadas em regiões quentes, as bebidas são encorpadas e com baixa acidez. Se a temperatura local for ainda mais alta, é possível notar aspectos de frutas mais adocicadas, como melão e pêssego. Em regiões de clima ameno, os vinhos Chardonnay tendem a possuir sabores mais cítricos. Por fim, quando produzidos em regiões frias, possuem corpo médio, acidez alta e são mais duros ao paladar, carregando também notas de ameixa e até de maçã verde.

Todas essas características naturais sofrem mudanças se a bebida passar por uma barrica de madeira. Geralmente, elas adquirem um teor alcoólico maior — o que aumenta a sensação de açúcar na bebida e, consequentemente, as faz não parecerem vinhos secos, embora permaneçam dentro dessa categoria. Por isso, é seguro dizer que essa é uma uva extremamente versátil e que produz bebidas de perfis variados. Umas dessas formas são os espumantes, nos quais as Chardonnay são usadas também como uvas de corte, para compor uma bebida mais complexa e equilibrada.

Exibindo 1–16 de 40 resultados